Novas receitas

Usando alimentos para o bem: Bill Telepan visita a refeição diária

Usando alimentos para o bem: Bill Telepan visita a refeição diária



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Durante a recente visita do chef Bill Telepan à cozinha do The Daily Meal, o chef nascido em Nova Jersey e residente em Nova York estava ansioso para avaliar o valor de permanecer local, especialmente quando se trata de cozinhar. Se você não sabia, Bill é o chef por trás do Telepan e Telepan Local.

O Telepan no Upper West Side concentra-se em refeições requintadas, embora o chef, que prefere um toque leve à sua cozinha, hesite em chamá-lo assim. O menu muda sazonalmente e, em julho, o chef preocupado com a sustentabilidade ofereceu um jantar vegetariano de quatro pratos para Meatless Mondays para destacar os verdes mais sazonais.

No Telepan Local de Tribeca, o cardápio é ainda mais simplificado, com pratos americanos casuais, servidos no estilo tapas. Uma preparação de nove ingredientes no Telepan torna-se um prato de cinco ingredientes no Telepan Local, enquanto mantém o foco do chef na compra local.

É a confiança da Telepan na agricultura sustentável que permite que ele coma ovos crus, o que ele não se importa em fazer enquanto prepara a receita para a demonstração culinária da noite, uma panqueca gigante de fubá. É um hábito que deixa sua esposa enjoada, mas como diz Telepan: “Sim, como ovos crus. Você já assistiu Rochoso?”

Fora de seus restaurantes, Telepan também trabalhou nos últimos anos para chamar a atenção para o Wellness in the Schools (WITS), uma iniciativa baseada na cidade de Nova York que visa melhorar a comida e a cultura alimentar das escolas públicas, convidando escolas de culinária graduados para trabalhar ao lado dos funcionários da cafeteria e compartilhar seus conhecimentos e técnicas.

O programa, que visa fornecer aos alunos pelo menos uma refeição saudável por dia por meio de merendas em escolas públicas, atingirá 60 escolas no próximo ano, incluindo três na Flórida.

“Acho que todas as crianças devem comer bem”, disse Telepan. “Para mim, trata-se de‘ como podemos fazer melhor? ’”


  • Incorpore alimentos ricos em proteínas em sua dieta, o que ajuda a curar sua bolsa.
    • Mulheres: 50 e 60 gramas de proteína
    • Homens: 60 e 70 gramas de proteína
    • Consuma três pequenas refeições por dia.
      • Pacientes com Bypass Gástrico: Comece a usar suplementos de proteína após cada refeição para atender às suas necessidades diárias de proteína.
      • Pacientes com banda gástrica ajustável laparoscópica: Continue usando suplementos de proteína como você fez na Fase 2A.
      • Espere pelo menos 30 minutos após cada refeição. Em seguida, consuma um suplemento ou batido de proteína de 240 ml, seguido por 500 ml de líquidos claros sem açúcar.
      • Tente espalhar os fluidos em um período de três horas.
      • Pare de beber pelo menos 30 minutos antes das refeições.

      Nós nos confortamos na comida

      Dado o estresse de uma pandemia global e a fusão da vida profissional e doméstica, não é surpreendente que a comida reconfortante tenha voltado este ano. Uma pesquisa encontrou um aumento nos favoritos como pizza, hambúrguer, batata frita e macarrão com queijo. Marcas nostálgicas como Fig Newton, Oreo e Ritz tiveram um aumento nas vendas. As compras de cereais também dispararam em 2020, após anos de vendas lentas.

      Mas as descobertas de um novo estudo revelaram que comer confortavelmente durante a pandemia resultou em ganho de peso para algumas pessoas. Em uma pesquisa com mais de 50.000 pessoas em todo o mundo, 44% dos participantes notaram um aumento nos lanches não saudáveis ​​desde que os bloqueios entraram em vigor. As pessoas também relataram um aumento no consumo de doces e bebidas açucaradas. Portanto, apesar do aumento na culinária, cerca de 27% das pessoas relataram ganho de peso depois que os pedidos para ficar em casa foram obrigatórios. Entre os que já foram classificados como obesos, o ganho de peso foi ainda mais comum.

      Receitas saudáveis ​​em breve

      Histórias patrocinadas Marketing PYR

      Sem assinaturas ou compromissos. Personalize o seu Refeições. Adicione mais proteína. Diferente Refeição Planos para todas as suas necessidades de saúde. Keto, Paleo, Low Carb e muito mais. Obtenha seu desconto sênior. Tipos: Melhor Costelas de churrasco, muitos menus de churrasco, Melhor Catering para churrasco.

      Comer confortavelmente não precisa ser evitado a todo custo. Desfrutar de uma receita de família favorita em uma refeição de feriado e assar uma sobremesa querida com seus filhos são maneiras significativas de se conectar com comida. No entanto, se comer confortavelmente (ou exagerar no álcool) for usado como uma ferramenta para lidar com a ansiedade e o estresse, isso pode levar a um ganho de peso indesejado e não o ajuda a controlar essas emoções de forma eficaz.

      Em vez de buscar comida para acalmar suas emoções, considere outros métodos para ajudá-lo a lidar com a situação. O Centers for Disease Control recomenda respiração profunda ou meditação, atividade física regular e uma dieta saudável, bem como dormir as sete a nove horas recomendadas todas as noites. A terapia pode ser outra opção útil.


      Em ser verde

      Às vezes, tenho que ouvir zombarias bem-humoradas de amigos em Nova York sobre a cultura da Califórnia, a área da baía de São Francisco e Berkeley e arredores & # 8211, nessa ordem.

      O estereótipo da & # 8220California yahoo & # 8221 parece aumentar em magnitude com essa progressão, atingindo seu ápice bem próximo em Berkeley.

      Eu sempre perguntei se eu substituí meu telhado por esterco de vaca e estou cultivando alimentos orgânicos lá.

      Eu & # 8217m disse que nós, californianos, falamos com os dois lados da boca, ou seja, dirigir por toda parte e depois se livrar dos outros por não comprar produtos orgânicos.

      Bem, posso admitir um pouco sobre a direção. Quando eu morava em Nova York, não tinha carro. O transporte público é muito bom lá, e ter um carro tem um valor negativo na maioria das áreas. Eu digo a eles que tentei morar aqui sem carro por 5 anos, mas era impossível dada a extensão das coisas e como era difícil comprar comida. Os supermercados não estão em todas as esquinas.

      Eu ainda me justifico apontando que comprei um Honda Civic novo em 1999, ele tem menos de 50.000 milhas e continua atendendo às necessidades de 4 pessoas.

      Suponho que o resultado final é que faço o que posso e tento fazer mais o tempo todo. Faço escolhas com base em informações das quais posso não ter conhecimento há dez anos. Agora, quanto mais eu sei, mais quero aprender. No que diz respeito à comida, leio os rótulos e procuro informações antes de comprar. Se isso me torna um yahoo, então que seja.

      Fico feliz em dizer que muitos de nós aqui na Califórnia e em outros lugares estão fazendo mudanças graduais.

      Algumas coisas são mais difíceis do que outras. Por exemplo, até que a carne orgânica à base de pasto assuma uma parte maior da participação de mercado e os preços caiam, não posso me dar ao luxo de comprá-la exclusivamente. Não comemos muita carne vermelha, talvez uma vez por semana, então tento comprá-la 50% das vezes. Frango & # 8211 praticamente o mesmo programa que todos os outros frangos que levo para casa são orgânicos. Com carne de porco, compro o Niman Ranch sempre que possível. Os problemas aqui são complicados, especialmente com carne bovina. As pessoas nos EUA estão acostumadas com o sabor da carne bovina alimentada com grãos & # 8211 principalmente na forma de carne bovina em lote & # 8211, mas não estão bem informados sobre sua produção. Muitos dizem que não se importam, mas aposto que se importariam se vissem as coisas em primeira mão.

      Fiz uma transição completa para os ovos orgânicos. Eles têm um sabor muito melhor e me sinto bem por não aumentar a demanda pelo produto mais cruel. Fico feliz em dizer que um ovo não orgânico não entrou na casa de Renate por 5 anos. Até a Costco agora carrega ovos orgânicos em embalagens de 18 ovos.

      Tento comprar produtos orgânicos locais, sempre que possível, e comprar frutas e vegetais quase exclusivamente em mercados e lojas de produtores que são cuidadosos com o que oferecem, como Berkeley Bowl. Este é um acéfalo. Se você não quiser produtos sintéticos em sua salada de frutas, compre produtos orgânicos ou de fazendas locais que usam pesticidas e fertilizantes naturais, mesmo que não sejam certificados como orgânicos. Perguntar!

      Existem algumas coisas & # 8220verdes & # 8221 que comecei a fazer que, na verdade, me economizam dinheiro e tornam minha vida mais fácil.

      Compro a granel e armazeno em recipientes de plástico herméticos e de qualidade alimentar, aprovados pela NSF. Você não tem ideia de como é mais fácil trabalhar na cozinha quando você não tem que mexer com sacos de farinha e açúcar. Costco, Smart & amp Final e 99 Ranch me atendem bem. Consegui até comprar um pacote de meio quilo de fermento seco ativo Red Star na S & ampF por US $ 5,49. Olá! Esses pequenos pacotes de 3 podem custar US $ 2,50! Você não apenas economizará dinheiro, mas também terá menos embalagens para o meio ambiente. Aqui está uma foto de uma parte da minha despensa. Pipoca, açúcar mascavo, açúcar bruto, farinha de pão, farinha AP, trigo integral quatro, arroz de Jasmim marrom, saquinhos de chá gelado, fermento & # 8211 tudo lá.

      Também usamos copos de viagem quentes e frios que parecem descartáveis. As xícaras quentes são de porcelana com topos e mangas de silicone, e as xícaras frias são de plástico não BPA com tampas de rosca e canudos plásticos. Levamos café feito em casa e chá gelado para fora da porta e economizamos uma pequena fortuna sem gerar lixo de plástico de café com leite gelado para viagem. Claro, às vezes compramos café, mas como uma surpresa. O copo de bebida gelada Eco-First é da Copco e custa cerca de US $ 7,99. A Eco Cup para bebidas quentes é da Decor Craft Inc. e custa cerca de US $ 10.

      Você também pode querer começar a usar alguns dos produtos sem fosfato e amigos do meio ambiente para sua máquina de lavar louça (e para a máquina de lavar roupa, por falar nisso). Muitos deles não são apenas totalmente biodegradáveis ​​e biorrenováveis, mas também ajudam a prevenir a formação de espuma. Meu Costco agora oferece tabletes Ecover, um produto que adoro.

      Eu também fico longe de lenços descartáveis ​​e uso um dos limpadores em spray & # 8220green & # 8221 e um pano resistente a bactérias, que lavo junto com o resto da minha roupa. Você pode pegar um contêiner da versão Costco & # 8217s de um limpador amigável, se quiser o melhor retorno para seu investimento. Ele vem com um borrifador e você pode diluí-lo. Apenas tímido de 1 e 1/2 galões, ele & # 8217durará para sempre. Se você for um purista e quiser pouco mais do que sabão puro suspenso em água, procure produtos em um lugar como o Berkeley Bowl. Às vezes você quer algo assim, como eu quero para o meu chuveiro, que meu cachorro visita diariamente para lamber a água do ladrilho.

      Acho que o que estou tentando dizer aqui é que todos devemos pensar sobre essas coisas e fazer o que pudermos. Comece com algumas coisas fáceis e continue daí.

      Não destruir o meio ambiente, não esgotar todos os recursos naturais que temos e manter coisas prejudiciais longe e fora de nossos corpos é sempre bom, não importa o que você pense sobre o aquecimento global.


      Dicas para iniciar uma dieta vegetariana:

      Você pode se sentir tentado a adotar uma dieta vegana, mas eliminar completamente a carne e os produtos de origem animal pode ser bem difícil, especialmente se eles já constituírem a maioria dos alimentos que você ingere. Sua dieta pode ser sustentável para o planeta, mas também deve ser sustentável para tu. Além disso, comer mais produtos significa que você está aumentando as fibras em sua dieta, o que pode significar um pouco mais de idas ao banheiro. Mas não se preocupe, esta é uma parte normal da transição para uma dieta rica em fibras e não deve durar muito tempo, apenas certifique-se de manter-se hidratado para ajudar a digestão das fibras em seu corpo. Algumas outras dicas importantes para tentar incluem:

      1. Torne-se vegetariano em fases: Uma mudança repentina em direção à alimentação vegetariana pode ser difícil, então, em vez disso, tente cortar uma coisa de cada vez, como eliminar a carne vermelha no início. Então, duas semanas depois, nix aves e peixes. Ao eliminar os alimentos, certifique-se de adicionar opções nutritivas para contrabalançar e de ter algo para comer ansiosamente.
      2. Experimente em tempo parcial: Muitas pessoas optam por abandonar produtos de origem animal alguns dias por semana, o que pode ser ideal para você. Você também pode optar por fazer pelo menos uma refeição por dia totalmente à base de plantas, escolhendo a refeição que for mais fácil para fazer a mudança em seu estilo de vida. Lembre-se de que ninguém é perfeito, então dê a si mesmo permissão para escorregar! Basta fazer o melhor que puder ao se aclimatar à dieta.
      3. Seja aventureiro: Você não precisa se limitar a comer tofu e brócolis à força, especialmente se você odeia isso. Há um mundo de alimentos naturais à base de plantas que esperam por você, então não tenha medo de se aventurar e experimentar uma nova comida vegetariana a cada semana. Algumas ótimas opções incluem fermento nutricional, manteiga de caju, edamame, jaca e flor de bananeira.
      4. Incorpore substitutos à base de plantas: Para que uma dieta vegetariana funcione, você deve tentar incluir escolhas que não o façam sentir-se privado. Se você costumava adorar iogurte no café da manhã, experimente iogurte de leite de coco como uma opção não láctea. Se abrir mão da carne vermelha é um desafio, as alternativas à carne podem ser perfeitas para você. Tente o seu melhor para escolher opções com o menor número de ingredientes processados ​​e observe também a contagem de sódio e açúcar adicionado.
      5. Peça por ajuda: Vegetariano nem sempre se traduz em saudável, na verdade, alimentos como batata frita, Skittles e até Oreos são totalmente veganos, mas não promoverão uma boa saúde se você os comer regularmente. E a dieta em geral pode parecer opressora e você pode ficar nervoso por não estar recebendo uma nutrição adequada. Considere entrar em contato com um nutricionista registrado baseado em plantas para obter ajuda, que pode ajudá-lo a solucionar qualquer problema específico que você tenha, desde a navegação em menus de comida até ajudá-lo a descobrir como criar um prato vegetariano balanceado.

      Usando alimentos para o bem: Bill Telepan visita a refeição diária - receitas

      Desde armazenar alimentos com segurança até preparar e cozinhar alimentos

      Um respingo rápido não limpa suas mãos de maneira adequada.

      É seguro para adultos saudáveis ​​comer ovos crus ou levemente cozidos, mas eles podem causar intoxicação alimentar em grupos vulneráveis.

      Saudável e delicioso, o peixe também é incrivelmente versátil.

      Alimentação saudável

      Para ideias de refeições saudáveis, planos de refeições semanais, família saudável e como fazer

      Calculadora de IMC

      Para descobrir seu índice de massa corporal, basta inserir sua altura (cm), peso (kg), cintura (cm - opcional), sexo e clicar Calcular

      Este IMC cai na categoria de baixo peso. Isso nem sempre é uma coisa ruim, muitas pessoas são naturalmente muito magras e saudáveis ​​para isso. Mas é mais provável que você contraia osteoporose. Se você perdeu peso sem tentar, ou acha que pode ter um distúrbio alimentar, converse com seu médico.

      Bem feito! Este IMC e circunferência da cintura mostram um peso saudável. Isso significa que você tem menos probabilidade de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e certos tipos de câncer. Você provavelmente tem um peso saudável porque se alimenta bem e faz exercícios regularmente. É importante manter esses hábitos saudáveis.

      Este IMC está na categoria de baixo peso, mas a medida da cintura é grande. Faça suas medições novamente e insira-as novamente. Fale com o seu médico de família se tiver dúvidas.

      Este IMC está na categoria de sobrepeso, mas a cintura ainda é um tamanho saudável. Isso pode significar que você está pesado e musculoso por praticar esportes e não precisa perder peso. Se você não é esportivo, é provável que ganhe peso em outras áreas além da cintura. Isso ainda coloca sua saúde em risco e perder peso é benéfico.

      Embora você não esteja na categoria de sobrepeso, a circunferência da cintura é um pouco maior do que deveria ser. É possível se livrar do peso extra por meio de uma combinação de atividade física e alimentação saudável.

      Este IMC cai na categoria de obesos, mas a cintura ainda é um tamanho saudável. Isso pode significar que você está pesado e musculoso por praticar tanto esporte e não precisa perder peso no momento. Se você não é esportivo, verifique se inseriu as medidas corretas.

      Este IMC está na categoria de sobrepeso e há alguma gordura em torno de sua cintura. Isso aumenta o risco de doenças cardíacas. Mas a boa notícia é que você pode reverter isso perdendo algum peso.

      Esses resultados mostram um IMC na categoria de obesos e com armazenamento de gordura na região da cintura. Existe um risco significativamente aumentado de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer. Mas a boa notícia é que você pode reverter isso perdendo algum peso. Visite o seu médico para discutir a perda de peso.

      Este IMC se enquadra na categoria de obesidade e armazenamento de alguma gordura ao redor da cintura. Existe um risco significativamente aumentado de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer. Mas a boa notícia é que você pode reverter isso perdendo algum peso. Visite o seu médico ou nutricionista imediatamente para discutir a perda de peso.

      O tamanho da cintura que você inseriu é muito pequeno. Meça novamente sua cintura.

      Este IMC cai na categoria de baixo peso e é recomendável que você consulte um médico de família. Muitas pessoas são naturalmente magras e ainda saudáveis. Mas esteja ciente de que estar abaixo do peso significa que você tem mais chances de ter osteoporose.

      De acordo com esse IMC, você se enquadra na faixa de peso saudável. Isso significa que você tem menos probabilidade de desenvolver problemas relacionados ao peso, como diabetes, doenças cardíacas e certos tipos de câncer. Continue a comer uma boa dieta balanceada e seja fisicamente ativo regularmente.

      Este IMC está na categoria de sobrepeso. Existe um risco aumentado de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e certos tipos de câncer com um IMC nesta faixa. Perder peso é benéfico e pode ser alcançado por meio de uma alimentação saudável e de uma atividade física diária. É uma boa ideia definir uma meta realista da quantidade de peso que você gostaria de perder ao longo de algumas semanas. Se você fica musculoso por causa de muito esporte, não precisa perder peso.

      Este IMC se enquadra na categoria de obesos. O risco de doenças relacionadas ao peso, como diabetes tipo 2 e doenças cardíacas, aumenta. Consulte um médico para fazer um exame médico antes de perder peso devido ao risco aumentado de doenças relacionadas ao peso. É uma boa ideia definir uma meta realista da quantidade de peso que você gostaria de perder ao longo de algumas semanas.

      Este IMC se enquadra na categoria de obesos. Também é mais provável que você armazene gordura ao redor da cintura, o que aumenta significativamente o risco de doenças como doenças cardíacas, diabetes (tipo 2) e certos tipos de câncer. Procure o conselho de um médico em relação à perda de peso e planos de refeições para ajudar no processo de perda de peso.

      Este IMC cai na categoria de baixo peso e é recomendável que você consulte um médico de família. Muitas pessoas são naturalmente magras e ainda saudáveis. Mas esteja ciente de que estar abaixo do peso significa que você tem mais probabilidade de ter osteoporose ou pode ter períodos interrompidos.

      De acordo com seu IMC, você se enquadra na faixa de peso saudável. Isso significa que você tem menos probabilidade de desenvolver problemas relacionados ao peso, como diabetes, doenças cardíacas e certos tipos de câncer. Continue a comer uma boa dieta balanceada e seja fisicamente ativo regularmente.

      Este IMC está na categoria de sobrepeso. Há um risco aumentado de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e certos tipos de câncer com um IMC nesta faixa. Perder peso é benéfico e pode ser alcançado por meio de uma alimentação saudável e de uma atividade física diária. É uma boa ideia definir uma meta realista da quantidade de peso que você gostaria de perder ao longo de algumas semanas. Se você fica musculoso por causa de muito esporte, não precisa perder peso.

      Este IMC se enquadra na categoria de obesos. Seu risco de doenças relacionadas ao peso, como diabetes tipo 2 e doenças cardíacas, aumenta. Consulte um médico para fazer um exame médico antes de perder peso devido ao risco aumentado de doenças relacionadas ao peso. É uma boa ideia definir uma meta realista da quantidade de peso que você gostaria de perder ao longo de algumas semanas.

      Este IMC se enquadra na categoria de obesos. Também é mais provável que você armazene gordura em volta da cintura, o que aumenta significativamente o risco de doenças como doenças cardíacas, diabetes (tipo 2) e certos tipos de câncer. Procure o conselho de um médico em relação à perda de peso e planos de refeições para ajudar no processo de perda de peso.


      Sopa Avgolemono

      Esta é uma sopa tradicional grega com um sabor brilhante e ácido e textura cremosa. Se você fizer com macarrão e frango assado da delicatessen, pode ficar pronto em menos de 15 minutos. A receita é de dinneralovestory.com.

      Avaliação: 0
      • 27 de julho de 2016 | O prato de massa rápida deixa bastante tempo para relaxar
      • 20 de julho de 2016 | Negociar com a generosidade do seu jardim traz a satisfação de homesteading
      • 13 de julho de 2016 | O entretenimento ao ar livre é bom para a alma
      • 6 de julho de 2016 | Usando colheitas desbastadas na cozinha
      • 29 de junho de 2016 | Mime-se nas noites quentes com uma salada de beterraba e show de luzes
      • 22 de junho de 2016 | 'Farmer Boy' dá uma visão dos pais
      • 15 de junho de 2016 | Crie seus próprios coquetéis com bitters caseiros
      • 8 de junho de 2016 | Planeje uma festa em torno de suas coisas favoritas e, em seguida, jogue-a para você
      • 1 ° de junho de 2016 | Um deleite de verão de iogurte grego congelado para o cachorro, e você
      • 25 de maio de 2016 | Sente-se, relaxe e saboreie bolinhos de ruibarbo
      • 18 de maio de 2016 | Pequenas pizzetas destacam vegetais de primavera e ovos frescos
      • 11 de maio de 2016 | Salada de espargos raspados mostra a glória da primavera de Wisconsin
      • 4 de maio de 2016 | A sopa saborosa de ruibarbo é simples de fazer
      • 27 de abril de 2016 | Apesar da picada, urtigas são uma coisa saudável
      • 20 de abril de 2016 | Batendo no bordo para uma doce recompensa
      • 13 de abril de 2016 | Esteja preparado quando chegar a hora do lanche com Oatmeal Honey Bites
      • 6 de abril de 2016 | Procure vegetais e despensa para uma refeição fácil durante a semana
      • 30 de março de 2016 | Farinha de grão de bico faz waffles leves e crocantes
      • 23 de março de 2016 | Salada vibrante de quinua satisfaz o desejo de primavera do paladar
      • 15 de março de 2016 | Comece o seu dia com proteínas de origem vegetal

      Ronda semanal de receitas (terças-feiras), jantar em 30 receitas (quartas-feiras) e novidades gastronómicas (sextas-feiras).


      Compartilhado Todas as opções de compartilhamento para: As seguradoras de saúde estão adicionando alimentos, programas de entrega de refeições para ajudar as pessoas a obterem e se manterem saudáveis

      Os voluntários Sheeran Howard (à esquerda) e Ibrahim Bahrr embalam refeições no Community Servings, que prepara e entrega refeições prontas sob medida para pessoas com doenças graves no bairro de Jamaica Plain em Boston. As seguradoras começaram a cobrir as refeições de Community Servings há cerca de cinco anos, e o CEO David Waters diz que agora cobrem cerca de 40%. AP

      Quando o COVID-19 invadiu pela primeira vez os Estados Unidos, uma seguradora de saúde ligou para alguns clientes com uma pergunta: vocês têm o suficiente para comer?

      A Oscar Health queria saber se eles teriam alimentação adequada para as próximas semanas e como planejavam se manter abastecidos enquanto se acomodavam em casa.

      “Vimos repetidamente que a falta de alimentos bons e nutritivos faz com que os membros sejam readmitidos” em hospitais, disse Ananth Lalithakumar, um executivo da Oscar Health.

      A alimentação se tornou um foco maior para as seguradoras de saúde, que buscam expandir sua cobertura além do consultório médico. Em meio à pandemia do coronavírus, muitos estão pagando por entregas temporárias de refeições. E alguns estão ensinando as pessoas a cozinhar e comer alimentos mais saudáveis.

      Especialistas em benefícios dizem que as seguradoras e os legisladores estão se acostumando a tratar os alimentos como uma forma de remédio que pode ajudar as pessoas a reduzir o açúcar no sangue ou a pressão sanguínea e a ficar longe dos hospitais.

      “As pessoas estão finalmente ficando confortáveis ​​com a ideia de que todo mundo economiza dinheiro quando você evita que certas coisas aconteçam ou a condição de alguém piore”, disse Andrew Shea, vice-presidente sênior da corretora de seguros online eHealth.

      Esse impulso ainda é relativamente pequeno e está acontecendo principalmente com programas financiados pelo governo, como Medicaid ou Medicare Advantage, versões privadas do programa de saúde do governo para pessoas com 65 anos ou mais ou com deficiência. Mas algumas empresas que oferecem cobertura a seus funcionários também estão se interessando.

      Os programas Medicaid em vários estados estão testando ou desenvolvendo cobertura alimentar. No próximo ano, o Medicare vai começar a testar os vouchers do programa de alimentação para pacientes com desnutrição como parte de um olhar mais amplo para melhorar o atendimento e reduzir custos.

      Centenas de recipientes de sopa são preparados para clientes na Community Servings, que prepara e entrega refeições prontas e medicamente personalizadas para pessoas com doenças crônicas e crônicas, no bairro de Jamaica Plain em Boston. AP

      Quase 7 milhões de pessoas foram inscritas no ano passado em um plano Medicare Advantage que oferecia um benefício de refeição, de acordo com a consultoria Avalere Health - mais do que o dobro do total de 2018.

      As seguradoras geralmente cobrem entregas temporárias de refeições para que os pacientes tenham algo para comer quando retornarem do hospital. Durante anos, muitos também pagaram por refeições feitas sob medida para pacientes com doenças como diabetes.

      Mas agora as seguradoras e outros pagadores de contas estão buscando abordagens mais amplas, à medida que a pandemia do coronavírus envia milhões para bancos de alimentos ou despensas de alimentos.

      A especialista em Medicare Advantage, Humana, começou a dar a alguns clientes de baixa renda cartões de débito com US $ 25 ou US $ 50 para ajudar na compra de alimentos saudáveis. A seguradora também está testando as entregas de refeições na segunda metade de cada mês - é quando o dinheiro dos programas de alimentação do governo pode ficar baixo. A pesquisa mostra que os pacientes com diabetes acabam fazendo mais visitas ao pronto-socorro, disse o Dr. Andrew Renda, executivo da Humana.

      “Pode ser porque eles ainda estão tomando seus medicamentos, mas eles não têm comida suficiente, então seu açúcar no sangue enlouquece, e então eles acabam no hospital”, disse ele.

      A seguradora Anthem, da Blue Cross-Blue Shield, conectou Kim Bischoff, cliente do Medicare Advantage, a um nutricionista depois que ela pediu ajuda para perder peso. O residente Napoleon, Ohio, de 43 anos, havia perdido mais de 45 quilos há cerca de 11 anos, mas estava ganhando peso novamente.

      A nutricionista ajudou a desmamar Bischoff de uma dieta cetônica em grande parte centrada em carnes e queijos. A seguradora também providenciou entregas temporárias de alimentos para que ela pudesse experimentar alimentos saudáveis ​​como macarrão de arroz, amêndoas e frutas secas.

      Refeições feitas na hora, com rótulos dietéticos, são embaladas para clientes na Community Servings com sede em Boston, que prepara e entrega refeições sob medida para pessoas com doenças críticas e crônicas. AP

      Bischoff disse que perdeu apenas alguns quilos, mas foi capaz de parar de tomar medicamentos para pressão arterial e tireóide porque sua saúde melhorou.

      “Aprendi que um pouco de ganho de peso não é um grande negócio, mas a qualidade da minha saúde é”, disse ela.

      Esses programas geralmente duram algumas semanas ou meses e geralmente se concentram em pessoas com problemas de saúde ou de baixa renda que têm dificuldade em obter alimentos nutritivos.

      Mas o Preventia Group, com sede em Indianápolis, está iniciando a entrega de alimentos para alguns empregadores que desejam melhorar os hábitos alimentares das pessoas que estão sob seus planos de saúde. As pessoas que se inscrevem trabalham com um técnico de saúde para aprender sobre nutrição. Em seguida, eles podem começar a fazer entregas de refeições de curto prazo ou caixas a granel de alimentos e receitas para experimentar. O empregador cobre o custo.

      Não se trata apenas de fome ou falta de boa comida, disse Susan Rider, diretora de operações da Preventia. Eles também estão educando as pessoas sobre alimentos nutritivos e como prepará-los.

      Um estudo de 2019 com residentes de Massachusetts com condições médicas descobriu que aqueles que receberam refeições adaptadas às suas condições tiveram menos internações hospitalares e foram a causa de menos gastos com cuidados de saúde.

      A falta de alimentos saudáveis ​​“está claramente associada a problemas de saúde, então sabemos que precisamos fazer algo a respeito”, disse o Dr. Seth Berkowitz, da Universidade da Carolina do Norte, autor do estudo.


      Planos de refeições, receitas, listas de alimentos e inventário!

      Você está cansado de usar um aplicativo para mantimentos, um para receitas e outro para planejamento de refeições? Experimente FoodPlanner! FoodPlanner permite que você importe facilmente todas as suas receitas favoritas da web em uma interface simples de usar para planejamento de refeições, mantimentos, estoque e muito mais!

      Por que escolher FoodPlanner?

      Sincronização na nuvem

      Sincronize instantaneamente todos os seus dados importantes com o Google Cloud! Compartilhe suas receitas, listas de compras e planos de refeição com outros membros de sua família em tempo real!

      Dados Nutricionais

      Importe receitas de toda a web e calcule instantaneamente os dados nutricionais para receitas e planos de refeição! Não há mais suposições envolvidas!

      Importador de receitas

      Nosso poderoso importador de receitas agora oferece suporte a mais de 500 dos blogs e sites de receitas mais populares. Importe receitas, imagens e instruções instantaneamente para uso posterior.

      Plataformas Múltiplas

      Com suporte para iOS, Android, Amazon e Web, você terá a capacidade de sincronizar e compartilhar dados em todas as plataformas, permitindo que todos os membros da sua família tenham acesso fácil ao FoodPlanner!

      Listas de mercearia

      Gere listas de compras automaticamente a partir de seus planos de refeição ou receitas. Sincronização em nuvem em tempo real! Crie listas personalizadas, corredores, categorias, preços e muito mais!

      Gestão de inventário

      Acompanhe todos os ingredientes essenciais na sua cozinha! Não perca tempo e dinheiro procurando coisas que você já tem em casa!

      Sobre FoodPlanner

      FoodPlanner é uma plataforma móvel para gerenciar todas as suas necessidades de cozinha. Desde o armazenamento de receitas simples até planos de refeição semanais complexos para uma família inteira, o FoodPlanner tem tudo para você!

      • Crie suas próprias receitas
      • Importe receitas de mais de 500 sites de receitas de suporte
      • Sincronize todos os seus dados com a plataforma Google Cloud
      • Crie, edite e salve planos de refeição com facilidade
      • Rastreie seu inventário de cozinha
      • Gere listas de compras na hora


      FoodPlanner está disponível nas seguintes lojas de aplicativos e também online!

      Últimas notícias

      Novo parceiro de conteúdo!
      Os 50 melhores aplicativos Android para pais da Scratch Wireless

      Críticas & lsaquo & rsaquo

      Amo este app Ótimo aplicativo para manter sua lista de compras! Estou mais impressionado com a facilidade de importar receitas também. Também é ótimo poder sincronizar entre dispositivos. Minha esposa e eu temos este aplicativo para sincronizar um com o outro, ela pode adicioná-lo em seu dispositivo e eu o verei assim que tudo sincronizar. É ótimo!

      Guy Lafleur

      Eu amo esse aplicativo!Uma maneira muito útil e rápida para eu salvar receitas e verificar minha lista de compras. Também posso enviar a lista de compras para meu marido - muito útil!

      Culinária favorita Levei algum tempo para aprender este aplicativo. Agora não posso viver sem isso. Posso planejar refeições e minha lista de compras. Agora sei o que está na minha calcinha. Também fiz meus próprios livros de receitas. Este aplicativo torna cozinhar muito divertido!

      Este aplicativo é o que eu esperava há pelo menos um ano ou mais. Finalmente, ele apareceu e estou completamente impressionado com todos os recursos que essa coisa tem a oferecer. O que eu gosto de ver mais disso são os livros de receitas feitos para pessoas da dieta Paleo como eu! Eu não posso esperar para que esteja na mesa para fazer o download neste aplicativo! Tudo estará lá no aplicativo, sem precisar fazer isso manualmente para adicionar receitas e outras coisas.

      Economizei dinheiro, vivi melhor! Planejar refeições dessa forma me economiza centenas de dólares por mês. Gosto muito do gerador de listas de compras, então não esqueço de um único ingrediente. Ele pode importar receitas de quase qualquer site da web! Eu também adiciono minhas próprias receitas. Este aplicativo melhorou significativamente minha qualidade de vida.

      Aplicativo muito útil que possui uma interface de usuário bem definida e é muito simples de planejar o que cozinhar para o jantar durante toda a semana. Minha esposa também adora, então acho que isso diz muito sobre o quanto é útil.

      Tudo que eu estava procurando! Baixe receitas, faça planos de refeições e crie listas de compras com o mínimo esforço! O melhor aplicativo desta mãe em seu telefone, de longe!


      Perguntas frequentes sobre refeições escolares

      Muitas vezes as pessoas ligam para a Divisão de Nutrição Infantil para fazer perguntas sobre como os benefícios são fornecidos nos programas de alimentação escolar ou para saber o que as escolas são obrigadas a fazer para receber reembolso de acordo com esses programas. Esta página fornece respostas para muitas dessas perguntas. As perguntas e respostas são organizadas por categoria. Caso não encontre as informações que procura ou deseje uma explicação mais técnica, entre em contato com a agência que administra os programas em seu estado.

      Requisitos para o conteúdo e qualidade das refeições

      School meals are required to meet specific nutrition standards to operate the school meals programs. The standards align school meals with the latest nutrition science and the real world circumstances of America’s schools. (For more information on the standards available to school menu planners, visit the Healthy Meals Resource System.)

      By law, children in high school must be permitted to decline lunch items they do not intend to eat. The program regulations allow schools to elect to extend this permission to elementary and junior high school children as well. This means that high school children may decline as many as two of the five items in a food-based lunch, and younger children may decline one or two items depending on local policy. For breakfast, a child may decline one item regardless of which menu planning option is used.

      We recognize that school meals must look and taste good if children are going to eat them. To address this need, we have developed and distributed a wide range of materials designed to provide local meal planners with recipes and other tools to help them prepare appealing school meals. To learn more about these materials, visit the Healthy Meals Resource System. To learn about education materials designed for children and their families, search for Team Nutrition resources.

      We are also actively working with our state partners to provide training and technical assistance to local schools. Ultimately, however, this issue is most effectively addressed at the local level through the efforts of concerned parents. We actively encourage parents to become involved in their children’s school meals and to bring concerns and suggestions to the attention of local officials. Following is a checklist of ten steps that parents should take to ensure that school meals are healthy, nutritious and appealing.

      1. Eat breakfast or lunch at school with your children. See what the meals are like. Notice the atmosphere. If you don’t like what you see, do something.
      2. Make your opinions heard. Talk to other parents. Work with your PTA and school board to support healthy school meals.
      3. Go to the principal. Discuss the importance of good nutrition and physical activity. Suggest programs. Ask for cooperation. Most importantly, follow through.
      4. Get a weekly menu of school meals. Ask for the nutrition facts so you can be sure the menu meets the official Dietary Guidelines for Americans. Keep the menu magnetized to your refrigerator. Discuss all the healthy choices with your children.
      5. Visit the school cafeteria. Get to know the staff. Let them know you value their services and appreciate good daily nutrition for your child.
      6. Show your children and their friends where healthy food comes from. Help your school start an edible landscape with a garden of goodies like fruits, vegetables and herbs.
      7. Volunteer to organize a classroom tasting party to introduce and encourage nutritious new foods the children may never have tried.
      8. Get involved. Form a parent advisory committee for school meals. Recruit enthusiastic "can do" people to work with you.
      9. Make sure your children appreciate how healthy breakfasts and lunches serve their minds as well as their bodies.
      10. Listen to what your children are learning at school about good nutrition. You can help them put their knowledge to work at home, too.
      Accommodations for Children with Special Dietary Needs
      • Are schools required to make menu substitutions for children who cannot eat the regular lunch or breakfast?

      Federal law and the regulations for the National School Lunch Program and the School Breakfast Program require schools to make accommodations for children who are unable to eat the school meal as prepared because of a disability. Accommodation generally involves substituting food items, but in some cases schools may need to make more far reaching accommodations to meet the needs of children. For example, some children may need to have the texture modified.

      In order to make substitutions for items in reimbursable meals, the school must have on file a written statement signed by a licensed physician indicating what the child’s disability is, what foods must be omitted from the child’s diet, and what foods must be substituted.

      Schools may, at their option, make substitutions for persons who have special needs that do not meet the definition of disability under Federal law. In these instances, the school must have a written statement signed by a recognized medical authority (e.g., nurse or physician’s assistant) indicating what foods should be substituted.

      The purpose of requiring a written statement is two-fold. First, it ensures that the nutrition integrity of the school meal will not be compromised by the substitution. More importantly, it ensures that decisions about specific food substitutes are made by persons who are highly qualified to prescribe them. Therefore, this requirement helps to protect both the child and the food service personnel who are working to meet the child’s needs.

      A physician is a person licensed by the state to practice medicine. The term includes osteopathic physicians or doctors of osteopathic medicine. These are fully trained physicians who are licensed by the state to prescribe medication or to perform surgery. A recognized medical authority is a licensed physician, physician assistant, nurse practitioner or other health professional specified by the state agency.

      Free and Reduced Price Meals

      Schools are required to serve meals at no charge to children whose household income is at or below 130 percent of the federal poverty guidelines. Children are entitled to pay a reduced price if their household income is above 130 percent but at or below 185 percent of these guidelines. Children are automatically eligible for free school meals if their household receives food stamps, benefits under the Food Distribution Program on Indian Reservations or, in most cases, benefits under the Temporary Assistance for Needy Families (TANF) program.

      For the most part, all income actually received by the household is counted. This includes salary, public assistance benefits, social security payments, pensions, unemployment compensation and the like. The only exceptions are benefits under Federal programs which, by law, are excluded from consideration in-kind benefits, such as military on-base housing (but not military housing allowances) certain kinds of assistance for students and irregular income from occasional small jobs such as baby-sitting or lawn mowing. For complete information, contact the school or the agency that administers the school nutrition programs in your state.

      • If a child and the child’s parent live with the child’s grandparent, must the grandparent’s income be included on the application for free and reduced price meals?

      A household is defined as a group of related or unrelated individuals who are not residents of an institution or boarding house but who are living as one economic unit. This means they generally reside in the same house and share expenses such as rent, utilities and food. In this example, therefore, the grandparent’s income would be considered along with any income received by the parent. The principal exception to this rule would be payments for foster children, who live with a household but remain the legal responsibility of the court or welfare agency. In these situations, the child is considered to be a "household of one", and only the income actually made available to the child for personal expenses is counted in making the eligibility determination.

      When joint custody has been awarded and the child physically changes residence, the child is considered part of the household where she/he resides. In these situations, if both parents apply for benefits in the same LEA for the child, and different eligibility statuses result, the greatest benefit level is used. For example, if the mother’s situation results in eligibility for free meals but the father’s application is denied, the child would receive free meals regardless of which parent had custody at the time.

      Denial of Meals

      Schools may limit the number of meal tickets (or other media of exchange) they will replace for each child. If a school does elect to establish a limit on replacements for children eligible for free or reduced price meals, it must meet the following requirements. First, each child must be allowed a minimum of three replacements each school year. Secondly, parents and students must be advised in writing at the time of application that the school is adopting this policy. Thirdly, the school must maintain a list of children who have reported lost and stolen tickets and the number of occurrences for each child. Prior to denying a replacement, the list must be checked to see if the child has reached the limit on replacements. Finally, at least one advance warning must be given to the child and his or her parents prior to refusing to replace a ticket.

      Schools must always provide meals to preprimary and younger primary students or to students with disabilities that may make them unable to take full responsibility for their meal tickets. The school may also, at its option make appropriate alternate meal arrangements, such as accompanying the child through the line, in lieu of actually issuing a replacement ticket.

      While we recommend that schools adopt a similar policy for children who pay the full price for their meals, they are not required to do so. However, if the school does not have a uniform policy for all children, it must take care to ensure that needy children are not overtly identified because of the replacements or arrangements.

      All full price pricing policies for school meals are matters of local discretion. This includes decisions about whether or not to extend credit to children who forget their meal money or whether or not to provide an alternate meal to such children. Therefore, a school could decide not to provide meals to children who must pay the full price for their meals but do not have the money to do so.

      However, while schools are not obligated to provide meals to children who forget their money, USDA encourages schools to be flexible in this area, particularly with young children and children with disabilities who may be unable to take full responsibility for their money. We encourage schools to provide some credit for these children or serve an alternate meal. In some cases, the PTA or other school organization may establish a fund to pay for children who forget or lose their money. At a minimum, schools should ensure that parents are fully aware of the policy adopted for children who do not have their meal money.

      Also See
      • National School Lunch Program

      • School Breakfast Program

      • Summer Food Service

      • Special Milk Program

      • Afterschool Snacks

      The contents of this guidance document do not have the force and effect of law and are not meant to bind the public in any way. This document is intended only to provide clarity to the public regarding existing requirements under the law or agency policies.